GamesMarvelNotícias

10 coisas que queremos ver no jogo Spider-Man Miles Morales

Um novo Amigão da Vizinhança estará em breve entre nós!

Em breve, o PlayStation 5 será lançado, e um dos jogos exclusivos já anunciados que está atraindo a atenção de muitos é Spider-Man: Miles Morales, uma espécie de “continuação” de Spider-Man do PS4, mas dessa vez focada em uma nova versão do Homem-Aranha que já é conhecido e adorado por muitos: Miles Morales.

O jogo tem um grande desafio nas mãos, já que precisa capturar o espírito das aventuras de Miles, ainda que situadas no universo do aclamado game de 2018. Seja com novos vilões, uma história de origem singular e poderes diferentes do Aranha original, aqui listamos 10 coisas que queremos ver em Spider-Man: Miles Morales!

Foco Familiar

No jogo, queremos ver mais de como Miles se comporta com sua família, como seus pais são uma peça essencial de sua vida e até mesmo como seu tio, Aaron Daviso Gatuno – possui um papel importante em sua jornada de herói. É importante adaptar o legado familiar e histórico de Miles.

Miles e Ganke

Além da família de Miles, um personagem coadjuvante que precisa estar no game é Ganke Lee, o melhor amigo do herói. O personagem já desempenhou um papel muito importante nas histórias do herói, sempre servindo como apoio e como “ajudante” para o novo Amigão da Vizinhança.

Em Spider-Man: Miles Morales, Ganke precisa ser uma peça crucial, e ter um papel tão importante quanto os coadjuvantes de Peter Parker tiveram em Marvel’s Spider-Man. Queremos ver mais da dinâmica entre os dois garotos, e como Ganke é uma parte essencial da vida heroica de Miles.

Vilões pessoais

Embora Miles Morales tenha “herdado” várias inimizades e vilões de Peter Parker, é importante lembrar que o herói tem seus próprios vilões, e que é importante construir uma galeria própria de inimigos para o escalador de paredes no jogo. São muitas opções e o jogo pode mergulhar profundamente nisso.

A primeira opção, é claro, é o Gatuno – o tio criminoso do herói. Além dele, há várias opções nas histórias em quadrinhos que o jogo pode aproveitar, como Scorpia e o Canguru. Além disso, nada impede que o game crie personagens originais para trazer ameaças novas ao super-herói.

Uma nova geração de heróis

Nos quadrinhos, Miles Morales já fez parte dos Vingadores e dos Campeões, duas equipes onde entrou em contato com vários heróis “jovens” da Marvel. Por mais que o game não traga muito destaque para essas figuras da Casa das Ideias, seria bem interessante mostrar que Miles não está sozinho.

Marvel’s Spider-Man traz vários elementos das HQs e apresenta locações importantes para outros heróis e equipes heroicas. No caso de Spider-Man: Miles Morales, seria bem interessante se víssemos algumas interações e easter-eggs de personagens como Nova (Sam Alexander) e Ms. Marvel (Kamala Khan).

Gwen-Aranha

Originalmente surgida em um dos vários crossovers do “Aranhaverso“, a Gwen-Aranha acabou se tornando uma personagem muito querida do Universo Marvel, ganhando seu próprio título nas HQs e inclusive participando do longa animado Homem-Aranha no Aranhaverso.

Os fãs dos quadrinhos sabem que ela e Miles Morales têm um relacionamento bem interessante e que foi muito bem desenvolvido nos quadrinhos, e seria interessante ao menos trazê-la como um gancho para futuros jogos do herói (quem sabe, até mesmo um spin-off solo, como o de Miles).

Muitos trajes alternativos

Se tem uma coisa que os fãs gostam em Marvel’s Spider-Man são os vários DLCs e trajes alternativos para o Amigão da Vizinhança, remetendo a várias fases e histórias dos quadrinhos e do cinema. Com sorte, Spider-Man: Miles Morales não vai decepcionar nesse quesito.

Por mais que o herói tenha um visual bem único e que foi pouco modificado nas HQs, seria divertido trazer alguns trajes alternativos, como por exemplo o visual do filme Homem-Aranha no Aranhaverso e até mesmo o visual que ele teve quando se fundiu ao simbionte do Carnificina.

Um herói iniciante

Miles Morales e Peter Parker podem até compartilhar o mesmo manto heroico, mas não podiam ser mais diferentes – ainda mais quando falamos do universo onde os games se passam. Peter já é um adulto formado que tem anos de experiência como super-herói.

Por isso, seria bem interessante explorar, tanto na história quanto na própria jogabilidade, o fato de Miles ainda ser um herói “iniciante“, que está apenas começando a entender a grandeza de seus poderes e suas responsabilidades. Isso ajudaria a criar um tom único e inventivo para o jogo do personagem.

Peter Parker: amigo e mentor

E por falar em Peter Parker, sabemos que o personagem vai ter uma continuação para suas aventuras, atualmente sendo desenvolvida pela Insomniac Games. Ainda assim, dada a relação entre ele e Miles Morales nas HQs, adoraríamos que ele tivesse uma participação mais que especial.

Peter é muito mais que um simples mentor para Miles. Ele é um amigo, uma inspiração pessoal. As interações entre os dois deixaram os fãs com um gostinho de “quero mais“, e é essencial para a jornada do herói que ele continue tendo contato e aprenda a seguir os passos de Peter, ainda que tenha sua própria jornada.

Que realmente seja um jogo solo

Quando o game foi anunciado, em um evento virtual da Sony, muitos ficaram confusos a respeito da proposta: afinal, seria uma continuação de Marvel’s Spider-Man? Um DLC? Um spin-off? Os desenvolvedores já falaram que será um jogo solo, assim como The Lost Legacy está para a franquia Uncharted.

Ainda não sabemos detalhes do tempo de campanha ou até mesmo de como o jogo será vendido (se será possível comprá-lo mesmo sem ter Marvel’s Spider-Man). Porém, esperamos que o jogo faça jus a essas declarações e realmente apresente uma aventura individual, sólida e completa para o herói.

Uma experiência bem diferente

Como disse anteriormente, Miles Morales e Peter Parker podem até dividir o mesmo manto heroico, mas os dois são figuras completamente diferentes. E isso vai desde os poderes à personalidade, o que nos faz ansiar para ver quais serão as mudanças na história e no gameplay do jogo.

É essencial que a Insomniac Games realmente tente criar uma experiência diferente do jogo anterior, sobretudo nas habilidades únicas de Miles e como elas podem ser aplicadas ao combate. Felizmente, isso é algo que os desenvolvedores já disseram que será trabalhado no game.

Fonte
Legião dos Heróis
Etiquetas
Mostrar mais

Comics Zone

A Comics Zone estreou no dia 27 de março de 2014 com o objetivo de trazer o máximo de conteúdo sobre tudo o que acontece no mundo das histórias em quadrinhos.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar