DicasNotícias

HQ como forma de aprendizado

Não é de hoje que as Histórias em Quadrinhos, ou para os mais íntimos, HQs, fazem um sucesso danado em todo mundo. Mas você já pensou em usá-las como material de estudos e não apenas para diversão?

Sim! Ela pode ser muito útil para aprimorar seus estudos. E já pensando nessa ideia, universidades brasileiras e estrangeiras a utilizam em suas disciplinas. Legal, né? Então, nos acompanhe neste texto para saber mais!

Breve história das HQs

As Histórias em Quadrinhos estão presentes desde o começo da comunicação visual. Historiadores apontam que sua origem pode ser nas pinturas das cavernas, já que nossos ancestrais utilizavam dos desenhos em cenas para contar algo e para própria sobrevivência.

A primeira HQ com as características que conhecemos hoje, com balões de falas, foi publicada nos EUA no ano de 1894. Feita para uma revista chamada Truth, essa primeira aparição foi em forma de tirinhas e contavam sobre um menino que vestia camisola amarela.

O sucesso do garotinho desenhado pelo americano Richard Outcault foi tanto que meses depois o jornal New York World começou a publicá-la oficialmente.

Já com um nome em destaque, a primeira HQ mundial foi batizada de “The Yellow Kid”, que retratava personagens que falavam por meio de gírias, numa linguagem bastante coloquial e trazia reflexões sobre a sociedade da época.

Em seu passado, as HQs não eram bem vistas e sofriam preconceitos, passando até por um período de proibição. Já hoje, elas são artigo de coleção, reunindo públicos de várias idades e consumidores que pagam qualquer preço para ter aquelas revistas mais raras na prateleira.

Como percebemos, as Histórias em Quadrinhos surgiram e tomaram forças nos países de língua inglesa. Conhecidas por lá como “comics”, as edições da região dominam a indústria e são exportadas para o mundo todo.

No Brasil, a primeira HQ 100% nacional foi batizada de “O Tico-Tico” e foi publicada em 1905 pelo periódico O Malho. Desde então, não é difícil achar alguém que aprendeu a ler com o incentivo dos famosos “gibis”.

Essa popularização dos livros estilo HQ em nosso país surgiu por causa do alto custo da tradução de revistas vindo de fora e falta de conteúdo infantil. Isso fez com que despertasse em nossos consagrados cartunistas e desenhistas da época a ideia de desenvolver as HQs nacionais.

Como utilizar as HQs para estudar?

Você pode até pensar que um livro cheios de desenhos e balões não é uma boa base para ajudar tirar melhores notas. Mas saiba que há edições que são mais do que super heróis salvando o mundo.

Com a popularização destes livros, muitos escritores utilizam o método de linguagem abordados nas HQs para contar de um jeito lúdico assuntos sobre período histórico, abordagem sobre doenças, ensinamento de novas línguas e até mesmos artigos científicos.

A facilidade de leitura e a captação rápida de informação passadas em uma história auxilia e até incentiva a leitura. Outros aprendizados adquiridos com o uso das HQs podem ser: desenhar, ajuda na gramática, descoberta de novas culturas, interpretação e elaboração de textos.

Pensando não apenas no aprendizado ao ler uma boa HQ, preparamos sugestões de ações para você aproveitar sua revista como um método de estudo:

Além das HQs de Super Heróis

A indústria das Histórias em Quadrinhos cresce cada vez mais, como já contamos. Portanto, não é difícil encontrar livros que relatam sobre assuntos interessantes. Contemplar a arte de outros artistas e até mesmo revistas brasileiras, ajuda no reconhecimento e na descoberta de histórias que abordam algo ensinado na disciplina que você está aprendendo.

Reler a revista e pesquisar sobre o cenário abordado
Utilizar livros como algo para entreter é super válido, mas sabia que em algumas histórias o cenário retratado na trama existiu? Revise sua coleção de HQs e tente relacionar o acontecimento a algo já existente. Pesquise sobre o assunto ou até mesmo o cotidiano falado nelas. Aposto que seu aprendizado virá mais rápido, será mais divertido e isso pode te ajudar a ir melhor nas provas.

Buscar sempre por novos conteúdos

O mercado das Comics é de liderança, sabemos, mas há também nas prateleiras outras várias que relatam sobre assuntos atuais e contam de um jeito simples sobre aquilo que seu professor comentou na sala de aula. Utilize a internet, bibliotecas e sugestões de amigos para encontrar a HQ certa para sua matéria.

O uso das HQs nas Universidades

É cada vez mais comum ver o conhecimento da existência de HQs nas salas de aulas fazendo parte da grade de livros dos professores e até mesmo nas bibliotecas das faculdades.

Fora de nosso país, esse uso é muito comum. Por exemplo, em salas de aulas japonesas, o mangá é colocado nas mãos das crianças desde o primário e até mesmo nas faculdades para abordar temas pesados. Já no país de sua origem, as HQs são estimuladas nas universidades americanas de psicologia como leitura obrigatória para os alunos entenderem melhor sobre as doenças mentais.

Em nossas instituições, existe projetos e convenções que abordam somente as Histórias em Quadrinhos. Lá na Universidade de São Paulo (USP), há um núcleo de pesquisa sobre HQs com mais de 15 mil exemplares, que tem como objetivo desenvolver, junto com professores e alunos, reflexões sobre os assuntos relatados nesses livros.

Na Universidade de Fortaleza (Unifor), é realizado o Colóquio Justiça em Quadrinhos e Filosofia do Direito que visa passar aos alunos, por meio de um ensino prático, importantes conceitos sobre ética, cidadania e justiça.

Sem contar que em todo vestibular, concurso público e provas dadas pelos professores em sala de aulas, as Histórias em Quadrinhos estão presentes. Essa ideia de passar um diálogo reflexivo como interpretação de texto está sendo cada vez mais usado em todas as provas organizadas pelo Estado.

Cursos Universitários

Essa paixão e dedicação ao utilizar as HQs podem até virar profissão. Se você está pensando em tornar um quadrinista, selecionamos alguns cursos para começar sua carreira.

DESIGN GRÁFICO
ARQUITETURA
ARTES PLÁSTICAS

Fonte
Catho
Etiquetas
Mostrar mais

Comics Zone

A Comics Zone estreou no dia 27 de março de 2014 com o objetivo de trazer o máximo de conteúdo sobre tudo o que acontece no mundo das histórias em quadrinhos.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar