DicasNotícias

Saiba como guardar suas revistas em quadrinhos

Você já se perguntou onde guardar sua coleção de revistas em quadrinhos em bom estado para futuras gerações? Seja para guardar por valor sentimental ou como investimento, o valor em ambos os casos é afetado pela maneira como as revistas são armazenadas.

Local

1 – Escolha um lugar fácil de limpar, pois será preciso limpar o local com frequência; portanto, evite escolher lugares de difícil acesso ou limpeza.
2 – Escolha um lugar arejado, a umidade faz com que as páginas estraguem e favorece o aparecimento de mofo e traças.
3 – Escolha um lugar frio, a temperatura alta pode alterar o papel de diversas maneiras.
4 – Escolha um lugar onde não haja incidência de luz solar. A luz solar faz com que o papel enfraqueça e que as cores impressas desbotem. Use cortinas grossas e fáceis de limpar, se for o caso.
5 – Escolha um lugar fácil de trancar. Crianças e animais podem destruir sua coleção.
6 – Não escolha a garagem. Os poluentes liberados pelos carros (como o dióxido de enxofre, SO2) amarelam o papel.
7 – Não escolha o porão. Lá, a umidade normalmente é maior, e um cano que estoure pode destruir suas revistas. Se tiver que guardar as revistas no porão ou perto de encanamento, coloque as caixas pelo menos 30cm acima do chão, para minimizar a possibilidade da água as alcançar. Fogo e umidade são os piores inimigos das revistas.

Prateleiras

1 – Evite guarda-roupas. São os piores lugares para armazenar sua coleção devido a sua dificuldade de manutenção. Eles favorecem o aparecimento de mofo e traças. O pior tipo de armário é o embutido, pois nele podem passar tubulações ou haver uma parede para o exterior. Caso seja mesmo necessário o uso de um armário, use desumidificador ou anti-mofo.
2 – Estantes de madeira. Não são recomendadas para a sua coleção devido a dificuldade de manutenção. Mesmo as de madeira maciça são sujeitas ao aparecimento de cupins e traças; portanto, mantenha-as longe da parede, sempre limpas e enceradas e verifique suas condições periodicamente. Monte-as longe da luz solar e de janelas.
3 – Prateleiras de aço. São as melhores para quem coleciona quadrinhos, devido ao seu custo-benefício. São leves, fáceis de montar, ventiladas, relativamente baratas, não armazenam umidade e não permitem a formação de fungos. Monte-as longe da luz solar e de janelas e também limpe-as regularmente.

Condicionamento

1 – Evite deixar seus quadrinhos empoeirados, isso favorece a deterioração do papel e, caso more perto de avenidas, fábricas, centros urbano-industriais, podem também amarelar o papel. Para retirá-la, use espanador ou uma flanela limpa. Esse trabalho pode ser feito, dependendo do tamanho de sua coleção, toda semana. Nunca “bata” a poeira; isso faz com que ela fique compactada no papel e penetre nas páginas dos quadrinhos.
2 – Para que as revistas fiquem com um bom nível de preservação a médio-longo prazo, é preciso deixar que o papel respire. Para tanto, a cada 3 meses, folheie todas as revistas de sua coleção (o que pode se tornar trabalhoso em coleções maiores).
3 – Não use durex, pois com o tempo, ele fica amarelado, seco e quebradiço, perdendo sua eficiência. Além disso, escurece o local da aplicação. Se preciso, use fita mágica. Nunca use fitas adesivas sobre a revista.
4 – Retire os grampos. Os grampos podem enferrujar e manchar sua revista, principalmente em locais úmidos e com maresia; é recomendado que os retire. Também não use grampos ou clipes para remendar seus exemplares.
Uma boa dica é trocar os grampos por linha de algodão.
5 – Retire adesivos e fitas adesivas. Molhe uma esponja com água, molhe seu dedo nela, tire o excesso e esfregue-o levemente sobre o adesivo, até a etiqueta esfarelar. Faça o mesmo – porém, com mais cuidado – para retirar a cola que restou sobre o papel. Quando as etiquetas vierem com durex, primeiro tire o durex, molhando as bordas dele com o dedo levemente úmido. Depois de tirá-lo, repita o processo anterior para tirar a cola.
6 – Contra fungos, traças e insetos. Use desumidificador, pastilhas anti-traça ou naftalina nas estantes. Mantenha as prateleiras afastadas da parede. Uma boa dica é usar saquinhos com pimenta-do-reino em grãos perto das prateleiras – o cheiro irá afastar os insetos. Dentro das caixas, é preciso usar algo que evite insetos e traças; porém, a naftalina deixa os quadrinhos com cheiro. De duas uma: Embale os quadrinhos com papel kraft em pequenos lotes e lacre com fita mágica. Isso irá evitar o cheiro nas revistas, mas você precisará etiquetar cada embalagem com seu conteúdo.
Encontre algum produto anti-traça sem cheiro na internet.
7 – Empilhamento. É preferível guardar os seus quadrinhos na vertical, para não haver deformações. Ao posicionar as revistas na vertical, use uma pequena chapa de fibra eucatex a cada 30cm como separador. Isso ajuda a manter as revistas firmes, sem se curvar. Caso seja imprescindível empilhar as revistas, faça-o com no máximo 50 exemplares, tomando o cuidado de alternar as lombadas (coloque uma capa na posição normal e outra de ponta-cabeça, sucessivamente). Nesse caso, use também uma folha de papel de seda branco entre os exemplares, evitando possíveis manchas.
Existem casos, em edições de capa dura, em que a capa é maior que as folhas. Nesses casos, é melhor empilhar, já que se guardá-los na vertical, as folhas (pela ação da gravidade) podem descolar da lombada.
8 – Sacos plásticos. São bons para evitar a poeira e insetos, mas não devem ser lacrados, pois isso dificulta a respiração do papel. Em cada saco, coloque até 20 exemplares – de preferência do mesmo tamanho. No caso de saco transparente, tenha o cuidado de cobrir a parte exposta à luz com um cartão alcalino e branco. Isso evita que o papel resseque ou amarele, além de dar firmeza para as revistas, evitando dobras nas pontas ou na espinha.
É recomendado o saco de Mylar ou de Polipropileno. Use sacos de tamanhos semelhantes aos das revistas. Para um melhor resultado, procure produtos direcionados a quadrinhos, que podem ser encontrados em lojas especializadas.
9 – Caixas de papelão. Não são muito recomendadas devido a sua manutenção, mas são uma boa opção para quem tem tempo de cuidar de sua coleção. Têm a vantagem de possuírem porosidades, permitindo que o papel respire. Devem ser bem vedadas para evitar a entrada de poeira e insetos, ficar afastadas da parede e do chão, serem constantemente limpas e ter o seu interior vistoriado regularmente. Boas caixas de papelão são alcalinas, próprias para arquivamento e do tamanho certo para seus quadrinhos. Padronize suas caixas para obter um efeito estético melhor (tomando o cuidado de comprar caixas a mais, prevendo a expansão de sua coleção). Nunca compacte os quadrinhos nas caixas. Isso facilita o trabalho das traças.
10 – Caixas de plástico. São recomendadas pelo custo e valor estético na coleção. Procure caixas transparentes coloridas ou opacas, para evitar que a luz atinja o papel (mesmo assim, evite a luz solar ao máximo, pois ela diminui a resistência do plástico). A caixa de plástico não permite a respiração do papel. Portanto, abra-a, retire seus quadrinhos e os folheie a cada 3 meses. Padronize suas caixas para obter um efeito estético melhor (tomando o cuidado de comprar caixas a mais, prevendo a expansão de sua coleção). Procurar caixas com respirador é uma boa, mas ao fazer isso, redobre o cuidado com insetos e traças.
11 – Cuidados. Nunca cole etiquetas, carimbe, desenhe ou escreva em seus quadrinhos. Além de poder estragar seu papel, os exemplares perdem valor de venda.

Manuseio

1 – Leia em um lugar arejado, longe de poeira e com luz artificial (de preferência). Além disso, use uma mesa para ler, já que dobrar o quadrinho para facilitar a leitura pode danificar a lombada e soltar as folhas – sejam estas coladas ou grampeadas. O mesmo vale para quem deixa a revista aberta com a lombada voltada para cima.
2 – Sempre lave as mãos antes de pegar um quadrinho. A mão humana fica naturalmente engordurada, além de reter poeira e sujeiras por onde passa. Além de estragar as páginas das revistas, pode atrair insetos.
3 – Jamais coma enquanto lê seus quadrinhos. Isso pode manchar ou molhar seus gibis, além de atrair insetos e roedores.
4 – Nunca vire a página das revistas molhando o dedo na língua. Podem-se atrair insetos e roedores ao se deixarem vestígios de alimentos dentro dos livros. Pode também ser prejudicial a você, já que não se sabe o que pode haver nessas páginas.
5 – Nunca dobre a quina da revista para marcar a página; isso marca o papel. Use um marcador de páginas (de preferência de cartão branco alcalino) e nunca guarde seus quadrinhos com marcadores dentro.

Organização e Catalogação

1 – Organize-se. Separe seus quadrinhos da forma que achar melhor. Por ordem alfabética, autor, editora… como preferir. Mas nunca deixe a organização de lado.
2 – Etiquetas. Coloque etiquetas em todos os sacos e caixas que usar. Use isso para saber seu conteúdo. Coloque também o logo da editora nas etiquetas, para facilitar a identificação visual.
3 – Catalogação. Relacione todas as revistas que possui indicando número, editora, estado de conservação, etc., para ter um perfil completo da sua coleção. Para isso, pode se usar diversos meios que vão desde o prosaico caderno com os títulos listados a mão, passando pelas planilhas de Excel ou arquivos de Word até chegar a softwares próprios para tal finalidade.

Softwares para a catalogação

HQBox: Software pago (R$12,00), porém com muitas funções e possibilidades.
SICREQ: Software gratuito, porém com menos funções e difícil de manusear.

Sites para a catalogação

Guia dos Quadrinhos: Ótimo site para catalogar seus quadrinhos, sendo ainda possível o anúncio deles para a venda no próprio site.

Escaneamento e PDF

1 – Caso queira deixar sua coleção no computador, para garantir que sempre vai tê-la, é bom escaneá-las.
2 – Porém, todas as páginas ficarão separadas em vários arquivos de imagem. Para juntar as páginas em apenas um arquivo de PDF, use o JPEG to PDF. Esse programa só suporta JPEG; portanto, salve seus scans nesse formato para depois converter para PDF.

Compartilhamento

1 – É possível que você queira compartilhar seus quadrinhos com diversos computadores de sua casa, com seus amigos ou até mesmo guardar um backup online.

Para isso, existem algumas opções:
HD Virtuais. Usados para guardar seus arquivos online. Alguns são grátis, mas possuem limite de upload.

Blogs. São um meio eficiente de tornar sua coleção acessível. Use tags para dividir seus quadrinhos por série, autor, editora, etc. Em seu blog, coloque links para os arquivos (que estarão em algum HD virtual de sua escolha).

Dicas Finais

Revistas das idades de ouro e prata são muito mais suscetíveis ao amarelecimento e quaisquer outros problemas com os materiais de armazenamento, devido ao tipo de papel em que foram impressos. Revistas novas são impressas em papel livre de ácido, e a não ser que as exponha a luz, água ou fogo regularmente, um pouco de cuidado já basta.

Compre caixas, plásticos e cartões de tamanho adequado para as revistas e cartões do tamanho certo para a caixa. Revistas antigas (das gerações de ouro e de prata) são mais largas que as atuais e vão precisar de uma caixa especial; elas não caberão direito em uma caixa normal.

Até mesmo as melhores caixas e sacos não são tiram a necessidade de bons cuidados ao manusear.

Lembre-se que as revistas não são somente para coleção ou investimento. Elas também são obras de arte, e foram feitas primariamente para serem lidas e entreter pessoas.

O amarelamento, mesmo com todos os cuidado possíveis, é inevitável.

Faça um seguro para a sua coleção de revistas. Revistas em quadrinhos não são cobertas pelo seu seguro de casa, mesmo sendo parte de uma coleção – elas requerem uma apólice de seguro própria. Se a coleção for grande ou valiosa, fale com seu agente para conseguir uma cobertura adequada em caso de fogo ou roubo.

Leve suas revistas antigas de boa qualidade para um avaliador profissional, de preferência de uma companhia boa e respeitada. Esta é a melhor proteção para as revistas, uma vez que elas são seladas em um cofre de acrílico com protetores alcalinos após serem avaliadas por experts. Elas podem ser re-armazenadas e certificadas por uma pequena taxa se precisar abrir a revista por alguma razão (como para mostrar a um comprador).

Não guarde as revistas em cofres. Os produtos químicos que protegem o interior do cofre contra fogo pode atravessar o Mylar e deteriorar as revistas mais rápido.

Não use produtos em sprays ou aerossóis. Não se sabe o seu efeito a longo prazo no papel.

Etiquetas
Mostrar mais

Comics Zone

A Comics Zone estreou no dia 27 de março de 2014 com o objetivo de trazer o máximo de conteúdo sobre tudo o que acontece no mundo das histórias em quadrinhos.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar